Skip to content

Notícias do JEB´s

Show com música eletrônica e atrações especiais marcam despedida antecipada dos JEB’s

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Em 2023, os Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s) consagraram, na prática, o esporte escolar uma ferramenta de descontração através música e da dança. A festa, apelidada carinhosamente de “Momento JEB’s”, aconteceu na noite de domingo (5.11) e foi considerada um suceso. “Quem está feliz tira o pé do chão e levanta a mão. Quem está feliz faz barulho”, gritava ao microfone, o DJ Nery, impulsionado por sons eletrizantes, funk, axé, e músicas da balada.
Atração na abertura, o JacaJEB’s apareceu sorridente e feliz. O mascote dos jogos, de 1,80cm de altura, deu as boas vindas, apresentou o hit do Jaca e ensinou a coreografia do remix adaptado de funk e eletrônica. A presença do robô gigante da CBDE colorido, com 4 metros de altura, dançando e requebrando até o chão foi outro show a parte.
Em determinado momento houve uma pausa na música para informar que os JEB’s de 2023 ainda não acabaram e que as disputas acontecerão até a próxima quarta-feira (8.11). Em seguida, integrantes do Comitê Organizador, carregando bolas coloridas e gigantes nas mãos, se deslocaram até o centro da pista para arremessá-las ao público e tocá-las entre si.

Guilherme Taboada / CBDE

O show com música eletrônica teve jogo de luzes coloridas, chuva de papel picado e fumaça gelada. Um coreto com estrutura metálica, instalado no centro do ginásio esportivo, abrigou o mestre de cerimônias Fumaça junto com o DJ com e sua mesa de som. Nele, as professoras de dança Tayná Dias e Bruna Siqueira do setor de entretenimento, do Centro de Convivência, ensinaram coreografias de funk ano 2.000, trends do TikTok e das baladas.

 

Guilherme Taboada / CBDE

A dupla de palhaços Fiapo e Aipim – esse último com pernas de-pau, arrancou gargalhadas da garotada com suas brincadeiras e palhaçadas. Um casal vestido de ouro, literalmente, dos pés à cabeça, representava os medalhistas campeões, nas categorias masculino e feminino. Dan bastante e tirou fotografias com os estudantes-atletas.
Guloseimas e hidratação – Vários pontos de alimentação foram montados. Não faltaram salgados, hamburgueres e cachorros- quentes. Uma barraca foi o ponto de referência de combate ao calor e os estudantes puderam hidratar com água gelada e chupar picolés de chocolate, morango, coco,uva e limão, tudo gratuitamente.

Amigos no voleibol e na dança
“A festa foi incrível, a gente só parou pra comer”, afirmaram os estudantes-atletas e as amigos inseparáveis do vôlei do Acre, Anna Clara Almeida, 13, e Henry Almeida, 14. Alunos do Colégio Meta, de Boa Vista, JEB’s eles comemoram os resultados. O vôlei feminino, Anna Clara levou o bronze e no masculino, o time está na cobre e segue em busca do bonze.

Guilherme Taboada / CBDE

O Momento JEBs começou pontualmente às 19h30 encerrou às 21h. O evento promovido pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) marca a despedida antecipada de estudantes-atletas e equipe técnica de delegações de 27 unidades da Federação


plugins premium WordPress