Skip to content

Notícias do JEB´s

Karatê inicia no JEB’s e realiza pódio de duas categorias

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O karatê iniciou, neste sábado (30), as disputas do JEB’s 2021 no Velódromo do Parque Olímpico, localizado na Barra da Tijuca. O primeiro desafio foi com a categoria Kata, que são movimentos formais da modalidade, quase como uma luta contra adversários imaginários.

Os estudantes-atletas (23 meninos e 21 meninas) executaram movimentos precisos, sobre um tatame verde e amarelo e encantaram os espectadores.

As competições da modalidade começaram por volta das 11 horas e se estenderam até as 14 horas, quando foram decididos os medalhistas da categoria.

O Kata teve vitórias de São Paulo tanto no feminino quanto no masculino e um marco importante: representantes das regiões Sudeste, Centro-Oeste, Norte, Sul e Nordeste conquistaram medalhas.

“É muita emoção, porque eu treinei muito. O nervosismo atrapalha e pode nos desequilibrar. Então, tem que ter muita concentração. Eu estou muito feliz por ter ganhado. Eu acreditava em medalha, mas não imaginava que sairia campeã.”, disse Julia Agostini, paulista, de 12 anos, ouro na categoria.

Confira os resultados:

Combatentes no tatame

Com o pódio do Kata decidido, foi a vez dos caratecas vestirem luvas e caneleiras para as lutas (Kumitê), que começaram depois do almoço. Esta categoria é segmentada por peso e neste sábado disputaram o masculino (acima de 63 kg) e o feminino (acima de 54 kg). Ao todo, 35 atletas, sendo 15 meninos e 20 meninas, tentaram um lugar ao pódio.

As lutas se estenderam por toda a parte da tarde e as premiações ocorreram próximas ao anoitecer. O Paraná conquistou ouro no masculino e bronze no feminino. Santa Catarina ficou com o lugar mais alto do pódio entre as meninas.

Maria de Fátima, amazonense, de 12 anos, não foi uma das finalistas, mas entende como a experiência de participar do JEB’s foi enriquecedora. Foi a primeira vez que viajou sozinha e participou de um campeonato.

“Foi uma experiência muito boa, essa foi minha primeira vez no Rio de Janeiro. Eu fico nervosa com tantas pessoas me olhando. Tive bastante fé e pus em pratica o que treinei.”

Confira os resultados:

Formação de atletas e cidadãos

Além de uma disputa de medalhas, o JEB’s é um intercâmbio de experiências de extrema relevância para a formação não só de nossos futuros atletas profissionais, mas de cidadãos brasileiros. O evento socializa jovens de todo o país e promove a construção moral e ética dos mesmos.

Gustavo Liboro, de Pernambuco, conquistou o terceiro lugar na categoria Kata e veio pela primeira vez ao Rio de Janeiro.

“O bronze já é tudo para mim. Eu estaria muito feliz mesmo se não tivesse me classificado. Só de estar aqui, já é uma conquista enorme, representando o meu colégio e o meu estado. Além disso, estou gostando muito de conhecer atletas de todo o país. Também fiquei feliz em conhecer o Rio”, finalizou.