Skip to content

Notícias do JEB´s

Emoções e interações marcam primeira metade dos JEB’s 2023

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Com a programação intensa, os Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s 2023 seguem agitando a rotina esportiva do Distrito Federal proporcionando atividades especiais a todas delegações, vindas dos 26 Estados e do DF. Não é difícil ver os estudantes-atletas espalhados pelos pontos turísticos, imergidos em toda história e cultura que a capital federal disponibiliza. Muitos deles, estampam no peito as medalhas conquistadas e as credenciais que os identificam orgulhosamente como participantes dos JEB’s.

Com o final do bloco inicial das modalidades, os estudantes-atletas que participaram da primeira metade dos JEB’s começam a retornar as suas rotinas, mas com a bagagem repleta de novas experiências e inspirados a compartilhar suas experiências e conquistas.

Na primeira metade dos Jogos, tivemos muitas emoções com as modalidades coletivas de futsal, basquete, vôlei de praia e as individuais atletismo, atletismo adaptado, ginastica rítmica, judô, karatê. Acompanhe todos os resultados em boletins, no site da CBDE.

Além das conquistas das medalhas e troféus, o JEB’s proporcionam momentos que vão muito além das atividades desportivas e alguns exemplos disto são as interações interestaduais que presenciamos como a batalha de rima entre as equipes de São Paulo e Pará, no basquete masculino, ou a apresentação de gala entre uma dupla formada por Bahia e Paraíba das meninas da ginástica rítmica (fotos abaixo).

O paradesporto esteve presente nos JEB’s com o atletismo adaptado e, mostrando toda garra e dedicação,  os estudantes-atletas competiram em busca das primeiras colocações das séries ouro, prata, bronze e cobre nas provas de salto em distância, arremesso do peso e 80m rasos, além dos revezamentos. A vice-campeã, Vitória Castro, de Tocantins comentou a vontade de continuar sendo atleta.

Mayna Nascimento / CBDE

“Quando ganhei a medalha, me senti como a garota mais popular do mundo. Me achava excluída na escola, mas estou muito feliz por ter recebido a prata. Quero continuar sendo uma atleta”, finalizou a estudante-atleta da escola estadual Rezende Almeida.

Segundo bloco de modalidades

Agora é a vez da galera de taekwondo, ciclismo, natação, wrestling, badminton, ginástica artística, handebol, vôlei e tênis de mesa. O clima segue de muita animação e expectativas para os próximos dias desta edição do JEB’s que conta com 6.714 inscritos, 18 modalidades e 19 subsedes.


plugins premium WordPress