Skip to content

Notícias do JEB´s

Disputas acirradas de medalhas marcam o último dia de competições do Xadrez no JEB’s 2023

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Por: Carolina Araújo

 As competições de Xadrez nos Jogos Escolares Brasileiros 2023 (JEB’s 2023) deram o xeque-mate na segunda-feira (30). O último dia contou com os confrontos no Xadrez Rápido. Os JEB’s acontecem até o dia 09 de novembro em Brasília-DF.

De acordo com a Confederação Brasileira de Xadrez (CBX), a partida de Xadrez Rápido é aquela onde todos os lances devem ser completados em um tempo fixo de mais de 10 minutos, mas inferior a 60 minutos para cada jogador; extrapolado esse tempo o competidor será considerado derrotado se não fizer um movimento.

A competidora de Garanhuns (PE), Julia Almeida (13), foi medalha de prata na série prata no Xadrez Rápido. Ela diz que já se preparava para os jogos há algum tempo. “Eu achei muito legal porque esse é o primeiro campeonato brasileiro que participo e já me saí muito bem. Estou muito feliz, vou levar uma medalha para casa”, destaca.

A pernambucana completa que o JEB’s foi uma ótima oportunidade para jogar com meninas muito fortes e que isso é uma grande motivação para treinar e se dedicar ainda mais ao esporte.

Emocionada, a estudante paranaense, Esther Ramazzotte (13), levou o ouro na série ouro do campeonato e conquistou a vaga para os jogos Sul-Americanos Escolares. “Foi muito bom! Quem ficar em primeiro e segundo lugar vai para o Sul-Americano Escolar que será disputado no Chile. E eu consegui!”, exalta.

Esther fala que consegue conciliar os estudos com a prática do esporte. “Pela manhã eu treino e a tarde vou a escola”. Ela conta que os treinos são de segunda a sexta-feira com pausas durante os finais de semana.

 



plugins premium WordPress